quinta-feira, 29 de março de 2018

Não deixe entrar na tua vida quem não sabe o que quer


imagem (via)

Eu nunca soube entender, eu nunca soube compreender, o motivo pelo qual você queria me moldar do seu jeito, você nunca soube lidar com as minhas diferenças, você nunca me aceitou do que jeito que eu era.

Você perdeu nossos incontáveis momentos por achar que eu nunca iria embora, que eu iria aceitar todas as suas incertezas, enquanto eu queria uma coisa, você queria outra, enquanto eu ia para a direita, você me empurrava para a esquerda e eu não sei qual foi o momento em que andamos juntos.

Essa nossa relação oposta nos levou ao um triste, difícil e necessário adeus. Descobri que relações opostas nem sempre dão certo, e que a nossa nunca deu, pois para ter um relacionamento é necessário compreensão e respeito pelas diferenças e pelo espaço do outro e isso nós não tivemos.

Teu inverno nunca soube lidar com o meu verão cheio de flores, você nunca soube amar minhas pétalas e a luz do meu sol sempre te incomodou, quando você quis cruzar por esse caminho eu senti o efeito das suas diferenças, e aí de repente você quis fazer morada e pousar suas árvores secas em meio ao meu jardim tão florido, a aparência ficou um pouco triste. Tuas raízes secas sobressaíram a delicadeza dos galhos em mim. Isso deixou-me amarga. Até perceber que esse cenário não era minha vida, que não era mais eu, e que meu verão estava se tornando um outono, tua indiferença me machucou, teu inverno me atravessou. Arrancar tuas raízes de mim me fez entender o quanto eu estava afundando no que me fazia mal.

Demorou, mas consegui arrancar todas as tuas raízes, e meu jardim voltou a ser o que era só que dessa vez mais forte e pronto para não deixar mais você voltar a fazer estragos, pois meu bem, se você não sabe o que quer, a vida só vai te desviar como brisa que balança o teu cabelo, e nada vai te fazer sair do lugar.

-Texto autoral!

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Ela..





Levantei a cabeça com receio que ela reparasse que a observo, ela não sabe que a admiro,deixo um sorriso escapar, nossa como ela é linda. A observei distraída mordendo o lábio, pensando em algo que eu nunca vou saber, até gostaria. Ela nem imagina o quão doce és. Certa vez, a observei caminhar lentamente, transformando tudo num jardim florido, no qual ela era a flor mais bela em que a brisa suave balançava, levando seu aroma para longe, e que aroma, tornei-me embriaguez total.

Que sorriso ela tens, eu perco o chão e fico sem ar, há tantas coisas para contar, eu nem sei por onde começar, mas deixa eu tentar falar: Eu adoraria levar café na cama para ela, eu prepararia sua comida preferida mesmo que não fosse a minha, eu abriria a porta do carro para ela entrar, e daria todas as mais lindas flores, eu esperaria ela dormir primeiro mesmo que eu estivesse com muito sono, só para ter o prazer de presenciar ela adormecendo ao meu lado, eu a descreveria em diversos textos, só para eternizá-la, a levaria ao cinema e olharíamos aqueles filmes que ela adora, eu não olharia o filme é claro, certamente meu filme preferido seria vê-la rir, e ficar com a bochecha vermelha e a pontinha do nariz rosada, como sempre acontece com ela, aplaudiria de pé as conquistas dela, choraria com ela as derrotas, eu apontaria as qualidades dela todos os dias (aliás faltariam dias para tantas qualidades), eu também aguentaria os defeitos, as manias, poderiam até irritar-me, mas aí era só ela sorrir que tudo se resolveria, aliás ela sorriu e puta merda, eu já nem sei mais quem sou.

É que quando se trata dela, eu sou assim mesmo, não sei nada. Eu novamente voltarei pra casa sem ela, apenas imaginando todas essas coisas, é que enquanto o tempo passava diante dos meus olhos, ele a levava também, eu ia perdendo aos poucos minhas oportunidades e agora é assim, sou uma fantasia manchada com saudade, de alguém que passou por mim, e eu não pude fazer nada para ela ficar.

- Texto autoral.

domingo, 31 de dezembro de 2017

Resenha Extraordinário R.J Palacio Livro e Filme

Foto autoral


Autor(a): R.J. Palacio
Ano: 2013
Páginas: 320
Editora: Intrínseca

Sinopse
  August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela e uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações medicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... ate agora. Todo mundo sabe que e difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tao diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele e um menino igual a todos os outros.

R. J. Palacio criou uma historia edificante, repleta de amor e esperança, em que um grupo de pessoas luta para espalhar compaixão, aceitação e gentileza. Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, comovente e, sem duvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo o tipo de leitor.




Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil.
- Sr. Browne.


 Resenha
  Uma leitura incrivelmente extraordinária como o próprio título já diz, Extraordinário é uma literatura estrangeira de ficção infanto juvenil emocionante que conta a história de August Pullman o Auggie, uma criança de 10 anos que nasceu com uma doença genética rara cuja sequela é uma deformidade facial, por conta desta doença Auggie sofre inúmeros preconceitos e não frequenta a escola, suas aulas sempre foram particulares na casa onde mora com a mãe o pai a irmã Olivia (Via) e a sua cadela Deise.

  O livro é narrado em primeira pessoa e nos mostra as perspectivas dos personagens. A trama começa quando August aos seus 10 anos de idade começa a frequentar o 5° ano da escola,  o fato é um desafio para nosso personagem, visto que, sua deformidade facial sempre mantém as pessoas distantes dele, Auggie acaba sofrendo muitos preconceitos, ao longo da trama Auggie nos mostra o verdadeiro sentido do amor, da compaixão, da sensibilidade e respeito pelo próximo. 

  August é uma criança maravilhosa, um dos personagens que dá vontade de arrancar do livro e fazer com que fosse real, o mesmo, causa um impacto por onde quer que passa por sua sensibilidade e garra diante das situações de sua vida, um personagem doce, divertido e carismático, o sucesso do livro com certeza dá-se pela grandiosidade do personagem, que nos mostra ensinamentos para levar a vida, nos leva a refletir e aprender com o próprio Auggie.

  Extraordinário deveria ser um livro sugerido para leitura em todas as escolas, devido aos temas abordados na leitura, sendo eles: empatia, amizade, sensibilidade, respeito, bullying, superação, tudo isso com muita diversão. É também, um livro de fácil leitura para todas as idades desde crianças á adultos, e absolutamente cativante. 

 O livro fez e ainda faz tanto sucesso que virou filme, inclusive gerou outros livros também, sendo eles: 
- 365 dias extraordinários;
- Auggie e eu;
- Somos todos extraordinários.
   
 Minha opinião pessoal diante desse livro é que é um dos melhores livros que já li, profundo sensível que me arrancou diversas lágrimas e virou o livro que eu mais recomendo para todos.

Foto autoral.

  Quotes (frases do livro)

 A melhor maneira de fazer os sonhos se tornarem realidade é acordar.

 Você não consegue se esconder quando nasceu para se destacar.

 A vida não é medida pelo número de vezes que respiramos, mas pelos momentos que nos tiram o fôlego.

 Seus feitos são seus monumentos.

 Não precisamos dos olhos para amar, certo? Apenas sentimos dentro de nós.

 A grandeza não está em ser forte, mas no uso correto da força.


Fonte (aqui).


O FILME
Data de lançamento: 7 de dezembro de 2017
Direção de Stephen Chbosky

 Sinopse

  Auggie Pullman (Jacob Tremblay) é um garoto que nasceu com uma deformação facial, o que fez com que passasse por 27 cirurgias plásticas. Aos 10 anos, ele pela primeira vez frequentará uma escola regular, como qualquer outra criança. Lá, precisa lidar com a sensação constante de ser sempre observado e avaliado por todos à sua volta.

Fonte (aqui)

Fonte (aqui)

Fonte (aqui)

Fonte (aqui)


Trailer do filme




 Minha opinião sobre o filme

  Extraordinário o filme, é a adaptação cinematográfica mais real ao livro que já assisti, um filme muito bom, recomendo para todos que leram ou querer ler o livro. O filme não deixou nada a desejar e fico muito feliz que o diretor seguiu fielmente o livro. O elenco é maravilhoso com atores incríveis e o cenário lindo de acordo com o que eu imagina no livro.


 Bom então encerro o post de hoje mandando um super beijo á todos que chegaram até aqui, leram e gostaram. Espero que tenha deixado em vocês a vontade de ler esse livro super incrível.
 Não se esqueçam de curtir o post se gostarem, deixem nos comentários o que acharam do livro ou do filme no caso de quem já leu e/ou assistiu. 

 Um super abraço e até o próximo post!








domingo, 11 de junho de 2017

1. Josué, o menino do meu Natal




 Acordei animada apesar do tempo nada agradável, afinal, as festas de final de ano são uma ótima oportunidade para rever pessoas que moram longe, e renovar as metas para acreditar que no próximo ano elas irão de fato concretizar-se. Levantei-me, e enquanto Katy Perry tocava em alto e bom som, eu me arrumava para sair e imaginava o que compraria para algumas pessoas.

 Era uma manhã estranhamente fria para uma típica véspera de natal no sul, e eu andava pela rua desviando das pessoas que pareciam simplesmente nem notar umas as outras, estavam cegas demais diante de tantas sacolas de presentes e tantas lojas em promoção em suas frentes. 


 Foi quando vi um menino pedindo dinheiro em uma esquina. Sorridente, alegre, e de aparência humilde, as pessoas pareciam não notar que ele estava ali. Fui me aproximando do menino quando por fim ele me parou na rua:

-'Desculpa, será que a senhora poderia me dar uma moedinha? - Disse, com uma expressão preocupada.


 Perguntei-lhe o motivo de estar pedindo dinheiro, e foi então que minha visão expandiu-se diante da situação, e pude compreender que naquele instante eu estava aprendendo mais com o menino do que o ajudando de fato. 


 -Quero poder presentear minha mãe e minha irmã neste natal somos só nós 3 e minha mãe não tem dinheiro para nós. - Disse.


 Descobri que o menino á minha frente chamava-se Josué. Josué tinha 10 anos, uma criança de natureza humilde que queria voltar para casa com um presente para sua mãe que estava doente sem poder trabalhar e sua irmã mais nova. Ao lhe perguntar que presente sua mãe gostaria de ganhar, senti-me emocionada, ele apenas queria conseguir comprar três canecas do time do Grêmio no qual a sua família torcia, Josué me pareceu uma criança sofrida e sonhadora, enquanto eu lhe pagava um café, ele me contava sua vida, não tinha contato com o pai, o mesmo havia sido preso, o motivo? Não sei e nem quis lhe perguntar. Mudei o assunto e lhe perguntei o que ele gostava de fazer, Josué me disse que gostava de brincar mas que tinha que ajudar a mãe, e quando podia (somente na escola) ele gostava de desenhar. Josué terminou seu café e eu lhe disse que se me prometesse passar de ano na escola no ano seguinte, eu lhe compraria os presentes.


 -Eu prometo sim tia. Me disseste sorrindo.


 Não demorou muito para encontrarmos as canecas que ele queria em uma loja, aproveitei e lhe comprei alguns livros de desenho e lápis de cor, Josué não conseguia se conter de alegria, quando saímos da loja, Josué me abraçou e disse que jamais iria me esquecer.


 E foi assim que meu final de semana mudou completamente, pois eu havia saído de casa para comprar presentes para meus familiares e amigos, quando na verdade o que as pessoas mais necessitam é aquilo que o dinheiro não pode comprar, amor, alegria, atenção, carinho.


 Quantas vezes você andou na rua olhando as pessoas? Saindo de dentro da sua bolha individual ? Talvez há inúmeros Josués todo dia por aí, esperando um pouco de atenção. Eu desejo que você faça alguém sorrir após ler esse texto, e eu desejo que isso te faça bem.


 Obrigada Josué, eu lhe dei os presentes mas você me deu o presente mais caro, uma lição de vida, ter o prazer de te fazer feliz, e mudar o natal da tua família com tão pouco. Obrigada Josué, eu é que nunca vou esquecer você. Obrigada por existir Josué, eu acredito em você.



 E você que está lendo esse texto, faça alguém feliz hoje, um simples sorriso pode ser transformador. Ainda há gentilezas no mundo, e se não houver, seja a gentileza que está faltando nele.

Por: Nataly Duarte 


Próximo Texto: 2. Maria, a garota que sentia-se estranha.






   

Projeto do Bem: 100 Pessoas que irão te inspirar!



 Heey pessoas, o projeto "Histórias do bem: 100 pessoas que irão te inspirar" é uma iniciativa minha, que consiste em trazer crônicas feitas por mim, onde cada crônica fala sobre pessoas que irão te inspirar de alguma forma.


 

sábado, 3 de junho de 2017

Ei mulher



Ei mulher
Você é linda
A sua luta é bela
Se te disserem que não
Continue seguindo a sua opinião
Eu sei da sua força
Eu sei da sua luta
Eu sei da nossa luta
Tu és revolução
Grite em cada canto
Que tua voz ecoe no mundo
E alegre o coração
Que tua luta inspire outras mulheres
São todas tão belas quanto tu
E que todas tenham voz
Nunça esqueça
Você é forte

Você é linda
Você é capaz
Você é invencível
Você É
Você é MULHER.

Nataly Duarte

10 Coisas para dizer à mulher da sua vida


Imagem (via)

VOCÊ é especial
VOCÊ é forte
VOCÊ é suficiente
VOCÊ é guerreira
VOCÊ é capaz
VOCÊ é sua
VOCÊ é feliz
VOCÊ é linda
VOCÊ é amada
VOCÊ é inteligente.
Pronto agora é só repetir isso na frente do espelho.
Nataly Duarte


Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo